Ética, Liberdade e Angústia em Sartre: A Possível Construção do Nós

  • Thiago Teixeira Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais
Palavras-chave: ética, liberdade, responsabilidade, descentralidade, nós

Resumo

este artigo pretende lançar luz sobre a angústia ética anunciada por Jean-Paul Sartre em sua obra O ser e o nada: ensaio de ontologia fenomenológica. Ali buscaremos as bases de uma reflexão que nos permita pensar a liberdade humana a partir do engajamento e do comprometimento com o outro e com a situação. Neste sentido, traremos à tona a discussão acerca da responsabilidade que, na intenção de reformular a realidade, consolide a ultrapassagem dos valores de violência e de subjugação do outro. A grande força deste artigo é tensionar o debate de descentralização do sujeito rumo à construção de um horizonte humano, isto é, do nós.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Thiago Teixeira, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais
Mestre em Filosofia pela FAJE - Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia. Doutorando em Ciências Sociais pela PUC Minas. Professor do Departamento de Filosofia da PUC Minas. E-mail: thiagoteixeiraf@gmail.com.
Publicado
11-02-2019
Como Citar
Teixeira, T. (2019). Ética, Liberdade e Angústia em Sartre: A Possível Construção do Nós. Virtuajus, 3(5), 98-110. Recuperado de https://seer.pucminas.br/index.php/virtuajus/article/view/19462
Seção
Dossiê Direito, Responsabilidade e Novas Tecnologias