Formas atuais de bichos muito antigos - a atualização do conto popular em Como ataca a sucuri, de Guimarães Rosa

  • Claudia Lorena Vouto Fonseca Universidade Federal de Pelotas - UFPel
Palavras-chave: Conto, Oralidade, Guimarães Rosa, Filosofia da Linguagem.

Resumo

Este estudo discute algumas questões relativas à gênese do Conto, além de discutir a relação de oposição entre Forma simples x Forma artística. Tomamos Guimarães Rosa como paradigma, pois o autor resgata, em sua obra, aspectos referentes às formas ancestrais de contar, atualizando-os. Como contista, a partir do aproveitamento dos temas e das formas populares, características das narrativas de tradição oral, que utilizam com frequência o elemento maravilhoso, o autor tece seu próprio contar. Seu feitio, porém, não se assemelha ao dos compiladores, mercê de um trabalho minucioso e artesanal com a palavra, o qual acaba por atribuir à tessitura do texto uma especificidade que intriga, encanta e convida ao jogo. Estudamos essa atualização do conto popular de tradição oral na obra de Guimarães Rosa à luz da Metalinguística bakhtiniana, utilizando o conto “Como ataca a sucuri”, de Tutaméia; como exemplo desse fato, pois cremos que sua teoria ajuda a esclarecer os aspectos da obra rosiana que dizem respeito ao discurso. A direção que tomamos em nossa análise, diz respeito, justamente, ao discurso na obra do autor mineiro, sobretudo às formas de citação desse discurso, fator relevante em seu fazer literário.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Claudia Lorena Vouto Fonseca, Universidade Federal de Pelotas - UFPel
Possui Graduação em Letras Hab. Português/Francês e Literaturas pela Universidade Federal de Pelotas (1998), Mestrado em Literaturas Brasileira, Portuguesa e Luso Africanas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2004) e Doutorado em Literatura Comparada pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2009). Atualmente é Professora Adjunta da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) e Coordenadora da Área de Literatura. Atua, também, junto ao programa de Pós-Gaduação em Letras - Mestrado em Literatura Comparada. Faz parte da Comissão Editorial da Revista Caderno de Letras, da UFPel Foi Professor Pesquisador pela Universidade Aberta do Brasil. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Literatura Comparada; Literatura Brasileira, Portuguesa e Luso-africanas; Ensino da Literatura e Formação de leitores, atuando principalmente nos seguintes temas: Literatura sul-rio-grandense; Fronteiras; Poéticas contemporâneas; Intertextualidade; Luiz Sérgio Metz; Jorge Luis Borges; Assim na terra; Guimarães Rosa; Grande Sertão: veredas; Teoria do conto; formas narrativas; Mikhail Bakhtin - Filosofia da Linguagem.

Referências

ANDRADE, Mário de. Contos e contistas. In: O empalhador de passarinhos. 3. ed. São Paulo: Martins; Brasília: INL, 1972.

AUBRIT, Jean-Pierre. Les fondateurs: du Décaméron à l’Heptameron. XIXe Siècle: le siècle des maîtres. In: Le conte e la nouvelle. Paris: Armand Colin, 1997.

BAKHTIN, Mikhail. Marxismo e filosofia da linguagem. 9. ed. São Paulo: Hucitec/Anna Blumme, 2002a.

BAKHTIN, Mikhail. Problemas da poética de Dostoievski. 3. ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2002b.

BARTHES, Roland. O prazer do texto. 4. ed. São Paulo: Perspectiva, 2004.

CORTÁZAR, Julio. Alguns aspectos do conto. Do conto breve e seus arredores. In: Valise de Cronópio. 2. ed. São Paulo: Perspectiva, 1993.

COVIZZI, Lenira Marques. O insólito em Guimarães Rosa e Borges. São Paulo: Ática, 1978.

DANIEL, Mary Lou. João Guimarães Rosa: Travessia literária. Rio de Janeiro: Livraria José Olympio Editora, 1968.

FRIEDMAN, Norman. apud., LEITE, Lígia Chiappini Moraes. O foco narrativo. 8. ed. São Paulo: Ática, 1997.

JOLLES, André. O Conto. In: JOLLES, André. Formas simples. São Paulo: Cultrix, 1976.

LEITE, Ligia Chiappini Moraes. Foco narrativo. São Paulo, Ática, 1997.

LIMA, Herman. Evolução do conto. In: COUTINHO, Afrânio. (Org.) A Literatura no Brasil. Rio de Janeiro: Sul-Americana, 1971.

LINARES, Luis Barrera. Apuntes para una teoría del cuento. In: PACHECO, Carlos y LINARES, Luis B. (Org.) Del cuento y sus alrededores – aproximaciones a una teoría del cuento. 2. ed. Caracas: Monte Ávila, 1997.

MATTHEWS, Brander. La filosofia del cuento. In: PACHECO, Carlos y LINARES, Luis B. (Org.) Del cuento y sus alrededores – aproximaciones a una teoría del cuento. 2. ed. Caracas: Monte Ávila, 1997.

NUNES, Benedito. Tutaméia. In: O dorso do tigre. São Paulo: Perspectiva, 1976.

PERRAULT, Charles. apud., JOLLES, André. O Conto. In: Formas simples. São Paulo: Cultrix, 1976.

PIGLIA, Ricardo. Teses sobre o conto. In: Revista brasileira de Literatura Comparada, n. 1, mar. 1991.

POE, Edgar Allan. A primeira teoria do conto. (Resenha a Twice told tales, de N. Hawthorne). A filosofia da composição. In: Poemas e ensaios. Rio de Janeiro: Globo, 1985.

RONAI, Paulo. Prefácio a Tutaméia. In: ROSA, João Guimarães Rosa. Tutaméia. Rio de Janeiro: José Olympio, 1967a.

RONAI, Paulo. Prefácio a Primeiras estórias. In: ROSA, João Guimarães. Primeiras estórias. 3. ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 1967b.

ROSA, Guimarães João. Corpo de baile. 2. ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 1960.

ROSA, Guimarães João. Tutaméia. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1967.

ROSA, Guimarães João. Tutaméia. 9. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1985.

ROSA, Guimarães João. Grande sertão: veredas. 7. ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 1970.

SANTOS, Lívia Ferreira. A desconstrução em Tutaméia. In: COUTINHO, Eduardo de Faria (Org.) João Guimarães Rosa. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1983, V. 6.

SIMÕES, Irene Jeanete Gilberto. Guimarães Rosa: as paragens mágicas. São Paulo: Perspectiva, 1976.

SIMONSEN, Michèle. Conto popular e folclore. In: O conto popular. São Paulo: Martins Fontes, 1987.

WIELAND, Christoph Martin apud JOLLES, André. O Conto. In: JOLLES, André. Formas simples. São Paulo: Cultrix, 1976.

Publicado
22-08-2018
Como Citar
Fonseca, C. L. V. (2018). Formas atuais de bichos muito antigos - a atualização do conto popular em Como ataca a sucuri, de Guimarães Rosa. Scripta, 19(37), 37-60. https://doi.org/10.5752/P.2358-3428.2015v19n37p37
Seção
Dossiê temático: Literatura e oralidades