The intertext of modernism in Crônica da casa assassinada, de Lúcio Cardoso

  • William Valentine Redmond Centro de Ensino Superior de Juiz de Fora ( CES/JF)
Palavras-chave: Lucio Cardoso, Crônica da casa assassinada, Transmutação, Modernism, Postmodernism.

Resumo

 This article reflects on the many opinions about the author of the of Crônica da casa assassinada as a modernist or postmodernist writer.  Examining the narrative techniques used by the author, maybe influenced by his wide reading of foreign literatures , it may be possible to clarify a little the question of the position of Lúcio Cardoso in relation to the literary movements of the twentieth century. His personal experience as a writer passes through the process of impersonalisation, transforming his masterpiece into a universal symbol.  It is hoped that this paper will show how this transformation of his personal experience comes across to the readers in the form of a modernist and not as some say, a post modernist novel.

 

 

Este artigo reflete sobre as muitas opiniões acerca do autor da Crônica da casa assassinada como um escritor modernista ou pós-modernista. Examinando as técnicas narrativas utilizadas pelo autor, talvez influenciado por sua vasta leitura de literaturas estrangeiras relatadas,  seria possível clarear um pouco esta questão da posicionamento de Lúcio Cardoso com relação aos movimentos literários do século XX. A experiência pessoal do escritor passa por um processo de impessoalidade, através da transmutação e amalgamação, transformando a obra em símbolo universal. Espera-se com esta comunicação discutir o modo como essa transmutação chega ao leitor em forma de um romance modernista e não, como às vezes se afirma, como um romance pós-modernista.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

William Valentine Redmond, Centro de Ensino Superior de Juiz de Fora ( CES/JF)

Mestrado e Doutorado em Literatura da UFRJ

Pos-doutorado na PUC-RJ

Professor do Mestrado de Letras CES/JF

Referências

CARDOSO, Lúcio. Crônica da casa assassinada. Rio de Janeiro, Civilização Brasileira, 1999.

CARDOSO, Lúcio. Diário completo. Rio de Janeiro: José Olympio/INL, 1970.

MAJOR, Clarence. Reflex and Bone Structure: A Novel. The Fiction Collective, New York, 1975

FEDERMAN, Raymond. Take It Or Leave It. The Fiction Collective, New York, 1997.

Publicado
22-08-2018
Como Citar
Redmond, W. V. (2018). The intertext of modernism in Crônica da casa assassinada, de Lúcio Cardoso. Scripta, 19(37), 257-268. https://doi.org/10.5752/P.2358-3428.2015v19n37p257
Seção
Outras vozes