Representações da ação profissional docente: (des)construções via processos de interação linguageiros na trajetória da formação

  • Vanessa Bianchi Gatto Universidade Federal de Santa Maria
  • Marcia Cristina Corrêa Universidade Federal de Santa Maria
Palavras-chave: Interacionismo sociodiscursivo, Representações, Trabalho docente, Profissionalização,

Resumo

Neste artigo, expomos alguns resultados de nosso estudo centrado em diagnosticar as representações sobre o trabalho docente (des)construídas por um aluno de licenciatura ao longo de sua formação. A pesquisa esteve teórica e metodologicamente fundamentada no Interacionismo Sociodiscursivo (ISD), de Bronckart e de Bronckart e Machado, cuja tese básica é a de que o desenvolvimento dos indivíduos ocorre em atividades sociais, em um ambiente constituído e organizado por diferentes pré-constructos, os quais são por eles apropriados e transformados através de processos de mediação, especialmente os linguageiros. Nesse sentido, tomamos como objeto de análise os textos que configuram o discurso desse aluno e materializam suas representações, as quais são por ele construídas e desconstruídas a partir das relações estabelecidas nas experiências concretas de sua formação, especialmente por meio do diálogo com outras vozes. Na medida em que os resultados da análise dos seus textos apontam para o protagonismo enunciativo em meio a um conflito dialógico, confirmamos a tese do ISD tanto sobre o papel ativo do sujeito quanto sobre a importância dos processos de textualização na transformação de representações socialmente construídas, o que nos leva a apostar no potencial que esses textos podem ter no sentido de possibilitarem a construção endógena de um perfil identitário ao profissional docente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vanessa Bianchi Gatto, Universidade Federal de Santa Maria
Doutoranda em Estudos Linguísticos e integrante da Linha de Pesquisa "Linguagem e Interação" do Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade Federal de Santa Maria-RS.
Marcia Cristina Corrêa, Universidade Federal de Santa Maria
Professora Doutora do Departamento de Letras Clássicas e Linguística da Universidade Federal de Santa Maria-RS.

Referências

BRONCKART, Jean-Paul. Atividade de linguagem, discurso e desenvolvimento humano. Organização e tradução de Anna Rachel Machado; Maria de Lourdes Meirelles Matencio et al. Campinas, SP: Mercado de Letras, 2006.

BRONCKART, Jean-Paul. O agir nos discursos: das concepções teóricas às concepções dos trabalhadores. Tradução de Anna Rachel Machado e Maria de Lourdes Meirelles Matencio. Campinas, SP: Mercado de Letras, 2008.

BRONCKART, Jean-Paul. Atividade de linguagem, textos e discursos: por um interacionismo sócio-discursivo. Tradução de Anna Rachel Machado e Péricles Cunha. 2. ed. São Paulo: EDUC, 2012. Original publicado em 1999.

BRONCKART, Jean-Paul; MACHADO, Anna Rachel. Procedimentos de análise de textos sobre o trabalho educacional. In: MACHADO, Anna Rachel (Org.). O ensino como trabalho: uma abordagem discursiva. Londrina: Eduel, 2004. p. 131-163.

BRONCKART, Jean-Paul; MACHADO, Anna Rachel. (Re-)configurações do trabalho do professor construídas nos e pelos textos: a perspectiva metodológica do grupo ALTER-LAEL. In: MACHADO, Anna Rachel et al. (Org.). Linguagem e educação: o trabalho do professor em uma nova perspectiva. Campinas, SP: Mercado de Letras, 2009. p. 31-77.

BULEA, Ecaterina. Linguagem e efeitos desenvolvimentais da interpretação da atividade. Tradução de Eulália Vera Lúcia Fraga Leurquin e Lena Lúcia Espínola Rodrigues Figueirêdo. Campinas, SP: Mercado de Letras, 2010.

GATTO, Vanessa Bianchi. Representações do trabalho docente (des)construídas por um aluno de licenciatura. 2015. 215 p. Dissertação (Mestrado em Letras) – Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2015.

MACHADO, Anna Rachel. Apresentação. In: MACHADO, Anna Rachel (Org.). O ensino como trabalho: uma abordagem discursiva. Londrina: Eduel, 2004, p. vii-xx.

MACHADO, Anna Rachel. Por uma concepção ampliada do trabalho do professor. In: GUIMARÃES, Ana Maria de Mattos; MACHADO, Anna Rachel; COUTINHO, Antónia (Org.). O interacionismo sociodiscursivo: questões epistemológicas e metodológicas. Campinas, SP: Mercado de Letras, 2007. p. 77-97.

MACHADO, Anna Rachel. Colaboração e crítica: possíveis ações do linguista na atividade educacional. In: MACHADO, Anna Rachel e cols. Linguagem e educação: o ensino e a aprendizagem de gêneros textuais. Organizado por Lília Santos Abreu-Tardelli e Vera Lúcia Lopes Cristovão (Org.) Campinas, SP: Mercado de Letras, 2009. p. 43-70.

MACHADO, Anna Rachel et al. Relações entre linguagem e trabalho educacional: novas perspectivas e métodos no quadro do interacionismo sociodiscursivo. In: MACHADO, Anna Rachel et al. (Org.). Linguagem e educação: o trabalho do professor em uma nova perspectiva. Campinas, SP: Mercado de Letras, 2009. p. 15-29.

RICHTER, Marcos Gustavo. Aquisição, representação e atividade. Santa Maria: UFSM, PPGL-Editores, 2008.

RICHTER, Marcos Gustavo. Profissionalização docente segundo a Teoria Holística da Atividade: estudo empregando software de mapeamento semântico. In: LEÃO, Rosaura Albuquerque; MOTTA, Vaima Alves. Linguagem e interação: o ensino em pauta. São Carlos: Pedro & João Editores, 2011. p. 109-140.

SOARES, Magda Becker. O livro didático como fonte para a história da leitura e da formação do professor-leitor. In: MARINHO, Marildes (Org.). Ler e navegar: espaços e percursos de leitura. Capinas, SP: Mercado de Letras: Associação de Leitura do Brasil – ALB., 2001. p. 31-76.

TODOS PELA EDUCAÇÃO. Disponível em: <http://www.todospelaeducacaoorg.br/ sala-de-imprensa/releases/14837/um-bom-professor-um-bom-comeco-e-anova-campanhado-movimento-todos-pela-educacao>. Acesso em: 5 jan. 2015.

VOLOCHÍNOV, Valentin N. (Bakhtin, M.). Marxismo e filosofia da linguagem. São Paulo: Hucitec, 1981.

VIGOTSKI, Lev Semenovich. A formação social da mente: o desenvolvimento dos processos psicológicos superiores. Organização de Michael Cole et al. Tradução de José Cipolla Neto, Luís Silveira Menna Barreto e Solange Castro Afeche. 6. ed. São Paulo: Martins Fontes, 1998.

VIGOTSKI, Lev Semenovich. A construção do pensamento e da linguagem. Tradução de Paulo Bezerra. São Paulo: Martins Fontes, 2000.

Publicado
28-01-2016
Como Citar
Gatto, V. B., & Corrêa, M. C. (2016). Representações da ação profissional docente: (des)construções via processos de interação linguageiros na trajetória da formação. Scripta, 19(36), 173-200. https://doi.org/10.5752/P.2358-3428.2015v19n36p173
Seção
Dossiê interação, formação e ação profissional