Gestos de leitura de textos literários em Língua Espanhola na licenciatura em Letras

  • Antonio Andrade UFRJ/CNPq
  • Marcelle Gonçalves Peçanha Cabral
Palavras-chave: Gestos de leitura, Discurso, Heterogeneidade enunciativa, Literatura em língua espanhola, Formação de professores

Resumo

Neste artigo, refletimos a respeito dos gestos de leitura de textos literários em língua espanhola, manifestados em atividades escritas por um grupo de estudantes da licenciatura em Letras Português-Espanhol de uma Instituição de Ensino Superior (IES) pública federal, situada na cidade do Rio de Janeiro. A negociação com o discurso do outro, a heterogeneidade enunciativa e a expressão da subjetividade apresentam-se de modos variados nos textos, pertencentes a diferentes gêneros, produzidos pelos licenciandos. Foram detectadas, em nossa análise, distintas regularidades e formas de inscrição do sujeito-leitor nas práticas de textualização da leitura literária desenvolvidas nesses espaços de formação inicial de professores de línguas adicionais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AUTHIER-REVUZ, J. Heterogeneidade(s) Enunciativa(s). Trad. C. M. Cruz; J. W. Geraldi. Cadernos de Estudos Linguísticos, 19, Campinas, p. 25-42, jul./dez. 1990.

AUTHIER-REVUZ, J. Palavras incertas: as não coincidências do dizer. Trad. C. Pfeiffer et al. Campinas: Ed. Unicamp, 1998.

BAKHTIN, M. Os gêneros do discurso. In: Estética da criação verbal. Trad. P. Bezerra. São Paulo: Martins Fontes, 2003, p. 261-306.

CANDIDO, A. A literatura e a formação do homem. Remate de Males, Campinas, p. 81-90, 2012.

CORRÊA, M. L. G. Relações Intergenéricas na análise indiciária de textos escritos. Trabalhos em Linguística Aplicada, 45(2), Campinas, p. 205-224, jul./dez. 2006.

FIDELIS, A. C. S. Do cânone literário às provas de vestibular: canonização e escolarização da literatura. Campinas: Tese (Doutorado em Linguística Aplicada) - Unicamp, 2008.

MAINGUENEAU, D. Análise de textos de comunicação. Trad. D. Rocha; M. C. Souza e Silva. 6ª ed. São Paulo: Cortez, 2013.

MAINGUENEAU, D. Discurso literário. Trad. A. Sobral. São Paulo: Contexto, 2006.

MENDONÇA, M. C. Gêneros escolares: políticas de fechamento em atividades de leitura e produção de textos. Revista Estudos Linguísticos, GEL, p. 1-6, 2001.

MENDONÇA, M. C. Língua e ensino: políticas de fechamento. In: Mussalim, F.; Bentes, A. C. (Org.). Introdução à Linguística: domínios e fronteiras. 8ª ed. São Paulo: Cortez, 2012, p. 273-303.

ORLANDI, E. P. Interpretação: autoria, leitura e efeitos do trabalho simbólico. 5ª ed. Campinas: Pontes, 2007.

ROUXEL, A. Práticas de leitura: quais rumos para favorecer a expressão do sujeito leitor? Trad. N. Rezende; G. Rodella. Cadernos de Pesquisa, 42(145), p. 272-283, jan./abr. 2012.

SOARES, M. A escolarização da literatura infantil e juvenil. In: Evangelista, A. et al. (Org.). A escolarização a leitura literária: o jogo do livro infantil e juvenil. Belo Horizonte: Autêntica, 2006, p. 1-34.

Publicado
27-06-2023
Como Citar
Andrade, A., & Cabral , M. G. P. (2023). Gestos de leitura de textos literários em Língua Espanhola na licenciatura em Letras. Scripta, 27(59), 264-295. https://doi.org/10.5752/P.2358-3428.2023v27n59p264-295
Seção
Parte II. Leitura em foco: o texto literário