Ciências da religião e teologia: evolução de uma relação

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Paulo Antonio Couto Faria

Resumo

Historicamente, as ciências da religião e a teologia construíram itinerários próprios, mas não indiferentes entre si. Ainda que a configuração das ciências da religião na Europa e na América do Norte acentue a sua autonomia, é notório, nos seus primeiros passos, o inevitável encontro com a teologia. No Brasil este encontro estendeu-se em quantidade e qualidade, motivado pela natural proximidade de questões, pelo contexto socioeclesial e, mais recentemente, por razões de ordem epistemológicas, oportunizando o reconhecimento civil público das duas ciências pelos órgãos competentes de governo.  Isto significa que a teologia e as ciências da religião estão sob os mesmos deveres e direitos de qualquer outra área de conhecimento. A conquista dessa condição foi marcada por conflitos internos e externos, que foram pouco a pouco dissolvidos por debates carregados de tensão e maturidade, conduzidos com maestria pela vocação interdisciplinar característica das partes. Este artigo aponta momentos importantes da edificação da relação entre as ciências da religião e a teologia; os conflitos, resolvidos, e os que ainda permanecem; alguns desafios e tarefas comuns que visam aprofundar e tornar mais fecunda a relação construída.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
FARIA, P. A. C. Ciências da religião e teologia: evolução de uma relação. HORIZONTE - Revista de Estudos de Teologia e Ciências da Religião, v. 16, n. 51, p. 1324, 31 dez. 2018.
Seção
Artigos/Articles: Temática Livre/Free subject
Biografia do Autor

Paulo Antonio Couto Faria, PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS

MESTRADO E DOUTORA EM TEOLOGIA PELA FACULDADE JESUÍTA DE FILOSOFIA E TEOLOGIA. PROFESSOR ADJUNTO IV DA PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS.(DISCIPLINAS LECIONADAS: CULTURA RELIGIOSA, FILOSOFIA, ÉTICA.