Contribuição da teoria de Bakhtin ao estudo das linguagens da religião

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Antonio Carlos de Melo Magalhães

Resumo

O artigo, em diálogo com conceitos da teoria de Bakhtin, propõe uma leitura da religião como infinitude de possibilidades. Ao recorrer aos conceitos de dialogismo, polifonia e não-finalizibilidade, o artigo estabelece uma crítica a teorias reducionistas das linguagens da religião. A perspectiva advinda da teoria bakhtiniana abre horizontes para  leituras  das  linguagens  da religião  que  destacam  o caos-mundo como lugar das experiências  religiosas, caracterizadas pela inventividade (poiésis) e eventividade (situacionalidade), originando  singularidades  nas  linguagens  da religião  nem  sempre contempladas  por teorias mais reducionistas.  Dialogismo como teoria da cultura e filosofia da vida, polifonia como teoria do romance das personagens de Dostoiévski e não-finalizibilidade como teoria da história formam o referencial teórico de uma interpretação que entende as linguagens da religião em seus processos, devires e bricolagens.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
MAGALHÃES, A. C. DE M. Contribuição da teoria de Bakhtin ao estudo das linguagens da religião. HORIZONTE - Revista de Estudos de Teologia e Ciências da Religião, v. 16, n. 51, p. 1023, 31 dez. 2018.
Seção
Artigos/Articles: Dossiê/Dossier
Biografia do Autor

Antonio Carlos de Melo Magalhães, UEPB

Doutorado em Teologia - Universitat Hamburg (1991), revalidado no Brasil como doutor em Ciências da Religião. Foi docente da Universidade de Hamburgo, na Faculdade de Teologia e no Departamento de Estudos Brasileiros, de 1991 a 1994. Em seguida foi professor titular da Universidade Metodista de São Paulo, na Faculdade de Filosofia e Ciências da Religião, sendo seu diretor até dezembro de 2007, e na Faculdade de Teologia. Tem publicações na área de Teologia e Ciências da Religião, com ênfase em Religião e Literatura, Teologia e Cultura, atuando principalmente nos seguintes temas: Literatura e o estudo da religião; cultura e religião, religião no Brasil, experiência religiosa e literatura latino-americana, as formas literárias da filosofia. Além disto tem desenvolvido estudos sobre o papel do monoteísmo judaico e cristão na civilização e na literatura ocidental. Desde agosto de 2007 é professor da Universidade Estadual da Paraíba, primeiramente como visitante e desde janeiro de 2008 como efetivo, onde atua no Mestrado em Literatura e Interculturalidade, sendo seu atual Coordenador Adjunto, e no Departamento de Filosofia e Ciências Sociais.