A Política Externa do Hamas

  • Vanessa Miguel Chamma Universidade Anhembi Morumbi
Palavras-chave: Palestina, Política Externa do Hamas, Irã, Arábia Saudita, Khaled Meshaal.

Resumo

Este artigo pretende abordar a política externa do Hamas, Movimento de Resistência Islâmica (em árabe, Haraka al-Muqauama al-Islamiyya), bem como seus relacionamentos com outros Estados e as consequências de seus desdobramentos. Primeiramente, serão lembradas as relações mais antigas com Irã, Jordânia e Síria. Posteriormente, o panorama atual da política externa do movimento ilustra a aproximação com a Arábia Saudita, mas as divergências ideológicas entre ambos insinuam que tal aliança não demonstra firmeza. A metodologia utilizada baseou-se em estudos e pareceres de grandes acadêmicos, além da análise dos últimos acontecimentos, nos quais Khaled Meshaal, dirigente do Escritório Político do Hamas, representa o grupo em reuniões com outros governos. Os resultados obtidos demonstraram que o movimento encontra-se em uma situação difícil, pois ao lutar pela sua sobrevivência, ou adere à total reaproximação com o Irã, ou concorda com as regras impostas pela Arábia Saudita, isolando a ala militar do Hamas, mas melhorando sua imagem perante a comunidade internacional. 

Palavras-Chave: Palestina; Política Externa do Hamas; Irã; Arábia Saudita; Khaled Meshaal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vanessa Miguel Chamma, Universidade Anhembi Morumbi
Participante do Programa de Iniciação Científica e Graduanda de Relações Internacionais
Publicado
08-09-2016
Como Citar
Chamma, V. M. (2016). A Política Externa do Hamas. Fronteira: Revista De iniciação científica Em Relações Internacionais, 12(23), 44-68. Recuperado de https://seer.pucminas.br/index.php/fronteira/article/view/12249