Jim Burns, Fulano-de-Tal e nós

  • Natalino da Silva de Oliveira
Palavras-chave: Poesia Portuguesa, “Ode marítima” e “Ode triunfal”, Álvaro de Campos,

Resumo

O artigo correlaciona “Ode marítima” e “Ode triunfal”, de Fernando Pessoa. Entre um poema e outro há uma imprecisa distância temporal (“Ode triunfal” – 6/1914 e “Ode marítima” – 1915?). Mas, ainda que a diferença entre datas de escrita fosse de um dia, um é anterior ao outro. E este fato é de natureza relevante, medindo a intensa relação entre os dois poemas.



Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

FREUD, S. Observações sobre o amor transferencial. Tradução de J. O. A. Abreu. Em J. Salomão (Org.) Edição standard brasileira de obras completas de Sigmund Freud, vol. XII, p. 207-221. Rio de Janeiro: Imago, 1980.

FREUD, S. História de uma neurose infantil. Tradução de J. O. A. Abreu. Em J.Salomão (Org.) Edição standard brasileira de obras completas de Sigmund Freud, vol.XVII, p. 19-152. Rio de Janeiro: Imago, 1980.

FREUD, S. Além do princípio do prazer. Tradução de C. M. Oiticica. Em J. Salomão (Org.) Edição standard brasileira de obras completas de Sigmund Freud, vol. XVIII, p. 17-89. Rio de Janeiro: Imago, 1980.

FREUD, S. A dissolução do complexo de Édipo. Tradução de C. M. Oiticica. Em J. Salomão (Org.) Edição standard brasileira de obras completas de Sigmund Freud, vol. XIX, p. 217-228. Rio de Janeiro: Imago.

FREUD, S. Inibições, sintomas e ansiedade. Tradução de C. M. Oiticica. Em J. Salomão (Org.) Edição standard brasileira de obras completas de Sigmund Freud, vol. XX, p. 95-203). Rio de Janeiro: Imago. 1980.

LACAN, J. O seminário, livro 5: as formações do inconsciente. RJ: Jorge Zahar Editor, 1999.

LACAN, J. “O estádio do espelho como formador da função do eu tal como nos é revelada na experiência psicanalítica”.In: Escritos – RJ: Jorge Zahar Editor, 1998.

ONFRAY, Michel. Teoria da viagem. Porto Alegre: L&PM Editores. 2009.

PESSOA, Fernando. Obra poética. Rio de Janeiro: Nova Aguilar. 2003.

Publicado
15-12-2011
Como Citar
da Silva de Oliveira, N. (2011). Jim Burns, Fulano-de-Tal e nós. Scripta, 15(29), 263-271. Recuperado de http://seer.pucminas.br/index.php/scripta/article/view/4285
Seção
Dossiê: Literaturas de língua portuguesa