A democracia representativa na América Latina contemporânea: uma análise comparativa entre Venezuela e Colômbia

  • Jairo Diniz Pinto Uni-BH
Palavras-chave: Eleições, Democracia representativa, Venezuela, Colômbia.

Resumo

Mauricio Duverger (1970), o destacado cientista político considerado de esquerda, escreveu, entre outros, o livro "Partidos Políticos", no qual define regime democrático como aquele em que os governados elegem livremente os governantes e a oposição pode chegar ao poder. Tomando uma linha de raciocínio próxima à de Duverger e analisando os cinco princípios de democracia representativa de Dahl (2001), podem-se estabelecer características importantes na definição de regime democrático com eleições livres. A partir dessas questões, realiza-se um estudo comparativo entre a Venezuela e a Colômbia, a fim de analisar se são Estados democrático-representativos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jairo Diniz Pinto, Uni-BH
Graduado em Relações Internacionais pela Uni-BH
Como Citar
Diniz Pinto, J. (1). A democracia representativa na América Latina contemporânea: uma análise comparativa entre Venezuela e Colômbia. Fronteira: Revista De iniciação científica Em Relações Internacionais, 7(14), 77-89. Recuperado de http://seer.pucminas.br/index.php/fronteira/article/view/3878