Onde Estão as Minhas Flores?: o Retrato da Mulher Latino-Americana em “90 Dias para Casar”

  • Hadassa Amorim Bisi Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais
  • Israel Coelho Quirino PUC Minas

Resumo

O presente artigo pretende compreender como é construído o retrato da mulher latino-americana no reality-show estadunidense “90 Dias para Casar”. Nesse sentido, o artigo propõe analisar como se dá essa construção no programa, o que é feito à luz do feminismo decolonial de María Lugones (2008, 2010), compreendendo o papel da colonialidade nas relações de gênero. Assim, a análise fílmica das temporadas 2018 e 2019 demonstra essa representação baseada em três pilares: hipersexualização, interesse e dependência.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Hadassa Amorim Bisi, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais

Graduanda em Relações Internacionais pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-MG). E-mail: bisihadassa@gmail.com.

Israel Coelho Quirino, PUC Minas

Graduando em Relações Internacionais pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-MG). E-mail: israelcoelho99@gmail.com.

Publicado
26-07-2022
Como Citar
Amorim Bisi, H., & Coelho Quirino, I. (2022). Onde Estão as Minhas Flores?: o Retrato da Mulher Latino-Americana em “90 Dias para Casar”. Fronteira: Revista De iniciação científica Em Relações Internacionais, 21(41), 82-105. Recuperado de http://seer.pucminas.br/index.php/fronteira/article/view/25616