Formas de heterogeneidade mostrada não convencionais na constituição da escrita de estudantes universitários

  • Mônica Cristina Metz UNESPAR/UNICENTRO
  • Cristiane Carneiro Capristano Universidade Estadual de Maringá
Palavras-chave: Letramentos acadêmicos, Escrita acadêmica, Heterogeneidade mostrada

Resumo

Inserido na vertente dos estudos sobre Letramentos Acadêmicos, o objetivo deste artigo é descrever a criação de duas categorias de formas de heterogeneidade mostrada que emergem na produção escrita de universitários, sob um ponto de vista enunciativo-discursivo. O corpus é composto por 27 respostas a uma questão de prova, elaboradas por acadêmicos do 2º ano de um curso de Letras de uma universidade pública do Paraná, Brasil. A fundamentação teórico-metodológica parte das concepções de heterogeneidade constitutiva e heterogeneidade mostrada da perspectiva enunciativa, bem como, dos critérios de descrição das formas de heterogeneidade mostrada propostos pela mesma autora. A criação de duas novas categorias constitui um resultado das análises das características presentes no corpus que parecem recobrir práticas de escrita de estudantes ainda não descritas em termos enunciativos/discursivos. Essas características levaram à criação das categorias denominadas de “cópia não marcada” e “tentativa de paráfrase”. Embora as duas categorias sejam consideradas problemas de escrita pelas normas acadêmicas, elas traduzem práticas de enunciação escrita recorrentes entre estudantes e representam formas de negociação com o discurso do outro que precisam ser descritas em termos enunciativos/discursivos, para além de uma perspectiva de denúncia de um problema. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mônica Cristina Metz, UNESPAR/UNICENTRO

Universidade Estadual do Paraná (UNESPAR)/Universidade Estadual do Centro-Oeste (UNICENTRO). Doutora em Letras pela Universidade Estadual de Maringá (UEM). Professora colaboradora da Universidade Estadual do Paraná (UNESPAR) e da Universidade Estadual do Centro-Oeste (UNICENTRO). ORCID: https://www.orcid.org/0000-0003-1818-4031.

Cristiane Carneiro Capristano, Universidade Estadual de Maringá

Universidade Estadual de Maringá (UEM). Doutora em Linguística Aplicada pela Universidade Estadual de Campinas. Professora Associada da Universidade Estadual de Maringá (UEM). ORCID 0000-0003-1225-5716.

Publicado
06-01-2022
Como Citar
Metz, M. C., & Capristano, C. C. (2022). Formas de heterogeneidade mostrada não convencionais na constituição da escrita de estudantes universitários. Cadernos CESPUC De Pesquisa Série Ensaios, (39), 52-77. https://doi.org/10.5752/P.2358-3231.2021n39p52-77