ASPECTOS JURÍDICOS E SOCIAIS DA CRIMINALIDADE JUVENIL: UMA ANÁLISE DE ESTATÍSTICAS - DOI 10.5752/P.2318-7999.2013v16n32p142

  • Andreia Saraiva de Deus Faculdade Mauricio de Nassau - FAP Teresina
Palavras-chave: Criminalidade. Adolescente infrator. Medida socioeducativa

Resumo

O fenômeno da violência é algo presente nas mais antigas sociedades, entretanto nas últimas décadas, fixam-se nesse cenário jovens menores de idade, demostrando uma enorme agressividade e desrespeito às regras legais e morais. Desse modo, o presente trabalho se propõe a discutir a criminalidade juvenil na cidade de Teresina, apresentando como objetivo geral a análise dos fatores que possivelmente possam motivar os adolescentes a adotar comportamentos agressivos, inserção e permanência no mundo do crime. A escolha do tema é de grande importância, pois o envolvimento de jovens com práticas ilícitas é um fenômeno de cunho social, político e familiar, vislumbrando a premissa de que a delinquência juvenil é um problema social multifatorial, que merece atenção de todos os segmentos sociais. Ademais o estudo, foi realizado por meio de uma pesquisa descritiva quantitativa de cunho bibliográfico, aliada a uma pesquisa de campo, por meio da coleta de dados disponibilizados pela Delegacia Geral da Polícia Civil do Estado do Piauí sobre as ocorrências criminais envolvendo menores de dezoito anos, entre os anos de 2009 a 2012 na capital piauiense.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Andreia Saraiva de Deus, Faculdade Mauricio de Nassau - FAP Teresina
Bacharel em Direito
Publicado
23-12-2013